segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Jogo Audaz



Não se engane
aqui comigo
não creia
no que enxerga
 

sou o que disfarça
onde se olha
sou assim mesmo
contraditória

carrego audácia
e não ausência
meu triste
também é belo
meu mar
também é raso

se digo sul
pode ser norte
não se oriente
na minha sorte
onde me perco
entre caprichos

Dou gargalhadas
busco respostas
entre sinais
e as apostas

... eis o jogo que eu persigo
diante de tudo que já senti

Um desafio
aqui me prende
onde procuro
o que não se perde

mas para dizer
bem a verdade

Cansei de homem
cheio de medo
que banca o fraco
enquanto é forte
e vive menos do
que se pode


 



Adriane Lima

Ilusório


A matéria da qual
Meu corpo foi feito
Devia ter vindo com defeito
Muita água na mistura
Muitos sonhos e procuras
Sem medo  e sem  lisura
Frente a determinadas criaturas
Que ferem meu bem querer
A mistura que moldou-me
Na tristeza e na alegria
Verte água noite e dia
Junto a minha poesia
Já nem sei se isto é sina
Ou lampejos de menina
De acreditar que Deus existe
E sentir-me assim divina
Do barro nobre dos poetas e sonhadores
Construida em castelos de ilusão
Doces palavras e labirintos
Olhos d' água, loucura e paixão...





Adriane Lima

Procura Infinita



Viro a história do avesso
entre o bem e o mal
em cada novo poema
busco um sinal

Solto as palavras
em forma de cansaço
vou as marés da procura
buscando teus braços

Igual Deusa
que abriu ferida
me fiz mulher
nessa despedida
voltei pra vida
como quem não
encontrou saída

Optei por silêncios
por nossas diferenças
em esquecer de tudo
em não ter mais crenças

existe uma voz em cada verdade
existe uma mão em cada solidão

O meu sangue é fogo
e o teu ternura
o teu jeito é escape
e o meu procura
o meu amor é pele
e o teu tortura
o teu corpo é marinheiro
e o meu é clausura

Nesses desencontros
sigo minha sorte
sirvo minha noite
num desejo forte

Entre uma saudade
e outra eu me alimento
me perdi buscando
o teu sentimento

Solto minha dor
em poemas tristes
em planícies largas
desertos e asfalto
estradas que ligam
minha vida e a morte

Te busquei no sul
me perdi no norte

 




Adriane Lima
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...