domingo, 30 de dezembro de 2012

Barco e flores







Barco a vela de imagens
olhos de miolo em flor
soprando em tua direção
as pétalas 
de meu desenho infantil 
que teu cais me aporte 
nunca entendi de navegação ...


Adriane  Lima




Arte by Catrin Welz Stein 

Soprando frases






Feito satélite em meus lábios
poeira de palavras balbuciadas
sobre a língua a frase acomodada
aguardando o momento de ascender
nuvens em cores de crepúsculo
enrijeceram os músculos
quando pude enfim dizer: Amo você

Foi quebrada a barreira do som...


Adriane Lima






Arte by Aldo Luongo 

Contratempos




Pior é aquela dor de quando acordo
e me olho no espelho 
e percebo que sou ainda
o velho disco riscado
o muro chapiscado
que ninguém consegue encostar
a rua sem ipês amarelos
a praça sem bancos e pássaros
a borboleta de asa quebrada
que já não consegue voar
a bola já furada sem um pé para brincar
o brinquedo jogado ao chão
o rádio sem pilha e botão 
a oração já esquecida
o beco sem saída que ninguém deseja entrar 
o poema que não consegui declamar
a ação sem atitude
o gado procurando açude
a sede em frente ao mar
mas, quem sou eu para me metamorfosear
desejo passando fome
solidão que me consome
como ser outro ao despertar
urgências vou vestindo
e me despindo do que não dá para esperar




Adriane Lima


 


Arte by Douglas Hoffmann






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...