segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

O claustro da alma



Nasci em suavidades
cresci sendo sol
pelas verdades do caminho

vestida de mar
como as marés
me alternava
entre altos e baixos

no corpo vontades
na alma intensidade
onde nos pés pesavam
a liberdade

lúcida em minhas loucuras
romântica em meus amores
inquieta em meus sonhos
exagerada em minhas dores

fui silêncio na maioria dos dias
havia sido a vidraça preferida
dos olhos que me cercavam













Adriane Lima













Arte by Ivana Besevic


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...