domingo, 16 de outubro de 2011

Amor em pedaços



O espaço um laço de nós
O tempo sedento a sós
Os corpos movendo lençóis
A noite proclama a chama

Inventa e sedenta me ama
A vida, a fruta mordida
O sexo a água de um plexo

As pernas suaves contornos
Os braços,lentos,atentos
A libido reclama do jogo
O odor só aumenta o fogo

Dois corpos, suaves, risonhos
Amor só meu,eu te proponho
Devagar,o tempo se vai
Tudo isto se cruza em sonhos

A ternura liquida

molha o amor que fica
Só assim me vejo louca
Com o sol no céu
e a lua em tua boca...




Adriane Lima



 Arte by Eduardo Naranjo 

2 comentários:

  1. Adorei o poema.Suave, sutil e direto ao mesmo tempo. Uma mescla de sentimentos e emoções.
    Parabéns Dri!
    O site tá muito bacana.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. RosaFenandesRosa3 de abril de 2012 15:48

    Olá!!
    **O espaço um laço de nós
    Inventa e sedenta me ama
    Os braços,lentos,atentos
    O odor só aumenta o fogo
    Devagar,o tempo se vai em [sonho]
    Entre o Sol e a Lua sou [tua]
    **lindooo[O sexo a água de um plexo]bjs

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...